Como Ficar Bem | Centro de Recursos para a Prevenção

I. Introdução

Scientology é uma religião «profética», nascida dos ensinamentos de um fundador carismático, L. Ron Hubbard, que detém o lugar que Gautama, o Buda, tem no budismo, Jesus Cristo no cristianismo e Maomé na religião islâmica (as três grandes religiões dos nossos dias). Ao contrário de Cristo e de Maomé, o Sr. Hubbard não reivindicou caráter divino ou revelação divina. Como Gautama, o Sr. Hubbard declarou ser um homem que tinha descoberto um caminho para a iluminação espiritual, a salvação e a liberdade.

L. Ron Hubbard publicou, em 1950, o livro Dianetics: O Poder da Mente sobre o Corpo que foi um êxito. O livro prometia «realização pessoal» (ou realização de «vida como estático») contra as frustrações do mundo exterior (o caos), com axiomas sustentados por argumentos socioantropológicos, histórico-religiosos e filosófico-religiosos. É incontestável que o sucesso deste livro gerou uma religião, a Scientology, que agora integra a Dianética. Não nos devemos deixar levar pela premissa científica da qual deriva o nome «Scientology». É uma religião moderna que, apenas porque é moderna (ou adequada às pessoas do nosso tempo), se apresenta como científica. A este respeito citarei dois casos semelhantes, cuja coerência religiosa não suscita a menor dúvida: o Bahaísmo no domínio islâmico, e a Ciência Cristã no domínio cristão.

O Bahaísmo começou durante o século passado; recebeu o nome do título do seu fundador, Baha'Ullah («Esplendor de Deus»), que já tinha sido um seguidor do Babismo, um movimento religioso na Pérsia islâmica. Entre os mais importantes princípios soteriológicos do Bahaísmo está a unidade entre ciência e religião.

A Ciência Cristã foi fundada em finais do século passado pela profetiza americana Mary Baker Eddy. Esta religião começa com medicina psicossomática. Como no caso do livro popular do Sr. Hubbard sobre «saúde mental», a Ciência Cristã também começou com um livro popular escrito por Eddy e publicado em 1875 como Ciência e Saúde. «Saúde» é a mesma coisa que «salvação» por estes autores profetas que, desta forma, mais ou menos retomam o conceito «salus» do latim.

A primeira comunidade religiosa de Scientology foi fundada como igreja em 1954, com o nome de Igreja de Scientology da Califórnia. Desta maneira, a religião aperfeiçoou-se, organizando-se segundo o modelo eclesiástico cristão. As Igrejas de Scientology espalharam-se por várias cidades de língua inglesa em todo o mundo (Canadá, Austrália, África do Sul, Inglaterra e Estados Unidos da América), e também pela França, Alemanha, Dinamarca, Holanda, Itália e Suécia. As igrejas e missões de Scientology chegaram também a outros países europeus (Bélgica, Áustria, Irlanda) e não europeus (Japão, Coreia, Índia, Israel, México).

II. Conteúdo Doutrinal
DESCARREGUE O LIVRO BRANCO