Como Ficar Bem | Centro de Recursos para a Prevenção

INTRODUÇÃO

A palavra Scientology é composta da palavra latina, scio, que significa saber no sentido mais lato da palavra, e da grega logia, que significa estudo ou conhecimento. Literalmente significa saber como saber. Scientology tem grande cuidado em conhecer e tem como propósito saber num sentido muito verdadeiro.

Para o Islamismo, «o conhecimento é o objetivo mais elevado». A profecia islâmica respeita o conhecimento. Numa das hadiths (um corpo coletivo de tradições relacionadas com Maomé e os seus companheiros) é dito: «Eu sou a Cidade do Conhecimento e Ali está à Porta para isto». Outro hadith diz: «Vá para a China para obter conhecimento!» Naquela época, a China era um lugar tão remoto que teria sido considerado o fim do mundo, mas foi aí que se ordenou ir buscar conhecimento. Para o Islamismo, a busca do conhecimento é um ideal muito alto.

Desta forma, o Islamismo tem o máximo respeito pelo conhecimento. Uma pessoa que tem conhecimento é chamada, no Islamismo, Ulama. Ulama deriva de ilm, que significa conhecimento. Pode-se ver que Scientology e o Islamismo podem estar a apontar na mesma direção e portanto poderiam ter aspetos em comum.

Este escritor fez peregrinação a Meca duas vezes e é reconhecido como um líder, no mundo islâmico. Além disso, este escritor também estudou recentemente a religião de Scientology e viajou até à sua sede mundial, que é referida como Meca nos seus próprios termos, e ficou surpreendido com algumas das semelhanças.

O Sr. Hubbard viajou pela Ásia durante uma grande parte da sua adolescência. Lá ele ponderou sobre a miséria da Ásia, perguntando-se por que é que ela existia. Desde o início que ele se interessou em pesquisar as origens do Homem, o que acabou por se tornar na obra de sua vida, culminando com o nascimento de Scientology.

Segundo o vídeo Introdução a Scientology (que é uma entrevista a L. Ron Hubbard, o fundador de Scientology, gravada em 1966), o Sr. Hubbard viajou pela Ásia durante uma grande parte de sua adolescência. Lá ele ponderou sobre a miséria da Ásia, perguntando-se por que é que ela existia. Desde o início que ele se interessou em pesquisar as origens do Homem, o que acabou por se tornar na obra de sua vida, culminando com o nascimento de Scientology.

O Sr. Hubbard primeiro observou que embora o homem tivesse diferentes culturas, raças e assim por diante, deveria haver um denominador comum, e se este pudesse ser encontrado, então o homem poderia ser elevado. O Sr. Hubbard encontrou esse denominador comum, que foi: Sobrevive!

Por que é que a descoberta de sobrevive foi tão importante? Se procurar a palavra sobreviver num dicionário, ela é definida como «continuar a viver, ser mantido vivo, mesmo depois de outros, ou outras coisas, estarem mortos». No entanto, isto não é suficiente para explicar completamente o termo. O que o Sr. Hubbard descobriu foi o denominador comum do Homem e isto veio a tornar-se num dos fundamentos de Scientology.

Na mesma entrevista em vídeo, o Sr. Hubbard respondeu à pergunta sobre uma próxima vida, dizendo que o Homem pode sobreviver mesmo depois da morte, e sendo assim há uma próxima vida. Assim, o termo sobrevive não se refere apenas a esta vida, mas sim à eternidade.

No Dicionário Técnico de Dianetics e Scientology, a sobrevivência é explicada como: 1. é uma condição suscetível à não sobrevivência. Se estamos a «sobreviver», estamos a admitir ao mesmo tempo que podemos deixar de sobreviver. Caso contrário, nunca nos esforçaríamos por sobreviver. 2. A sobrevivência pode ser definida como um impulso para persistir ao longo do tempo, no espaço, como matéria e energia. 3. A sobrevivência é entendida como sendo o único impulso básico da vida através do tempo e do espaço, da energia e da matéria. A sobrevivência é subdividida em oito dinâmicas (ou impulsos para sobreviver).

A que é que isto se compara no Islamismo? «A razão para que o Homem foi criado e para que vive está explicado numa palavra árabe, qiyama. O Alcorão não é necessariamente traduzido corretamente do árabe, e esta palavra não foi corretamente traduzida para o inglês.

O (nome, substantivo) Qiyama deriva de qom ou qama. Este qom ou qama tem muitos significados diferentes, tais como: subir, levantar-se, olhar para trás, atacar, viver com honra, levantar-se da morte, inverter, subir, partir, posição, descansar, começar, implementar, apoiar e assumir responsabilidade. Tendo isso em mente, como um conceito geral, o significado de qiyama no Alcorão e sobrevivência em Scientology poderia muito bem estar indicando a mesma coisa.

Nem sequer a filosofia teria qualquer argumento contra o facto de que o Homem está a tentar sobreviver e que o Homem está a fazer o seu melhor para sobreviver no universo ao seu redor.

I. O Islamismo a Cobrir Todas as Religiões; Scientology como a Religião das Religiões
DESCARREGUE O LIVRO BRANCO