Como Ficar Bem | Centro de Recursos para a Prevenção

II. O Problema da Preservação de Conhecimento Sagrado

II.I. Conhecimento Esotérico e Tecnologia de Scientology

O conhecimento esotérico em sistemas religiosos é possível de duas formas. A primeira forma assume métodos especiais e ocultação de texto, codificação. Supõe-se que a revelação de conhecimento oculto, a sua acessibilidade para todos os que o desejem, transforma conhecimento oculto em conhecimento profano, ou secular, que perde o seu poder sagrado e o poder de transformar.

A segunda forma de conhecimento esotérico assume o princípio de abertura e disponibilidade. No entanto, a estrutura única do conhecimento é tal que se o aluno não tiver dominado os estádios precedentes, ele não consegue compreender o nível seguinte. Por outras palavras, o conhecimento esotérico tem origem numa situação em que é necessário passar primeiro todos os níveis de uma cadeia detalhada de realização pessoal. Cada passo contém em si mesmo versões reduzidas de todos os outros. Assim, o conhecimento esotérico não provém de um desejo de codificar e ocultar conhecimento, mas sim da simples circunstância de que a pessoa que possui o mais alto nível de conhecimento não pode, mesmo que o deseje, transmitir este conhecimento a uma pessoa que ainda não tenha passado todos os estádios exigidos de transformações internas e mudanças de consciência. A única coisa que a pessoa que possui o conhecimento mais alto pode fazer é levar o aluno a fazer todos os estádios precedentes exigidos.

O conhecimento esotérico de Scientology é do último tipo. Quando vemos a marca «confidencial» em alguns estádios do conhecimento de Scientology, isso significa que se trata de conhecimento que só pode ser transmitido a uma pessoa que tenha passado todos os níveis precedentes.

Scientology é um sistema religioso aberto em essência. Cada pessoa que tenha sentido a necessidade interna de aceitar o caminho e mensagem espiritual de Scientology pode contar com atenção e apoio. E o trabalho com os que buscam a verdade será conduzido como resposta às suas próprias buscas de identidade espiritual. No entanto, é necessário lembrar que no centro da espiritualidade de Scientology está, antes de mais, a própria experiência pessoal de tomada de consciência de uma identidade espiritual, um novo «Eu» espiritual infinito. Por conseguinte, a «história», a «narração» dessa experiência só é possível em muito pequena medida, não porque os instrutores espirituais escondam esta experiência, mas porque a essência desta experiência é tal que não pode ser verbalizada ou transmitida. É certo que em Scientology há um género de «testemunhos» sobre o próprio caminho pessoal e a transformação experimentada por um indivíduo quando ele alcança, por exemplo, um nível mais elevado de consciência do «Eu» eterno. No entanto, isso é exatamente aquilo que lhe chamam, um «testemunho» (muito importante e necessário), e não o conhecimento sagrado. Quando leem e ouvem estes testemunhos, as pessoas dão-se conta com clareza de que a testemunha está a esforçar-se por descrever a sua experiência, partilhar o seu conhecimento, mas não é capaz de fazer isso.

Daí o requisito de preservação exata e reprodução precisa da tecnologia de Scientology e o requisito que se ouve constantemente de não avançar para o estádio de aprendizagem seguinte até que o material precedente esteja dominado até ao último detalhe. Quanto a isto, é dada muita atenção ao procedimento de clarificar o significado de palavras individuais. Este nível de atenção aos procedimentos de clarificar o significado das palavras também relaciona Scientology com grandes tradições religiosas e permite que o conhecimento de Scientology seja considerado conhecimento sagrado.

Podemos considerar que o procedimento de clarificar o significado de palavras e obter conhecimento sagrado é parte do objetivo principal de Scientology: clarificar, aceitar e compreender a verdadeira natureza espiritual do «Eu» infinito.

II.II. Procedimentos para Iniciação em Conhecimento como Uma Tecnologia de Realização dos Mais Altos Níveis de Consciência. Níveis de Autoidentificação: De Preclear até ao Mais Alto Nível de Ser Espiritual

A exigência de constante clareza de consciência e de autoconsciência (sacudindo o sonho da rotina diária), e racionalidade formal, a qual está organizada de tal forma que a pessoa, sem completar e obter uma compreensão clara nos estádios mais baixos não pode avançar para os estádios mais altos de consciência do seu verdadeiro «Eu», resulta primeiro numa estrutura hierárquica de conhecimento e segundo em procedimentos de iniciação ao conhecimento. Na cultura de educação religiosa em que se espera que o estudante tenha uma mudança de consciência e de autoconsciência, mas em que a transmissão desta nova autoconsciência é impossível, torna-se absolutamente essencial o procedimento de iniciação na cultura de educação religiosa. Disto provém ainda outra característica importante de Scientology como uma cultura sagrada: os textos de Hubbard — as escrituras de Scientology da igreja — são o meio de transformação da consciência e autoconsciência do estudante. É este aspecto específico que caracteriza o elemento axiomático dos textos de Hubbard. Estes são pequenos textos clássicos, que são destinados a uma longa reflexão durante a qual ocorre uma mudança de compreensão do «Eu» interior do estudante — isto é, através de tentativas repetidas para compreender as escrituras (os textos de Hubbard) para obter uma compreensão mais profunda de si mesmo e do seu «Eu» verdadeiro. Scientology oferece oportunidade para prática de contemplação em grupo, pares e individual (solo). Esta prática também relaciona Scientology com outras estruturas religiosas e, mais especificamente, estruturas ordenadas nas quais a experiência de reflexão sobre os textos sagrados não é uma experiência de receber informação nova, mas uma experiência de mudar-se a si mesmo (para o paroquiano), ou uma experiência de purificar-se (para o instrutor), que deve restabelecer clareza de consciência e autoconsciência depois de trabalho árduo.

Assim, quando dizemos que o conhecimento e a autoconsciência não podem ser transmitidos, nós falamos da necessidade de um procedimento que ajude o estudante a alcançar este conhecimento (de descobrir-se a si mesmo).

Assim, quando dizemos que o conhecimento e a autoconsciência não podem ser transmitidos, nós falamos da necessidade de um procedimento que ajude o estudante a alcançar este conhecimento (de descobrir-se a si mesmo). Isso significa que é necessário um sistema formalmente desenvolvido de transição de um nível de conhecimento sagrado para outro.

Com a ajuda do professor (ou de forma independente em algumas estádios), o estudante passa todos os estádios de pré-Clear (uma pessoa que, através do processamento de Scientology, ou de aconselhamento espiritual, está a descobrir mais acerca de si mesmo e da vida) até ao nível mais elevado, Thetan Operante.

Levando em conta as características acima de conhecimento esotérico inerente em Scientology (em particular, hierarquia, rigor e a impossibilidade de saltar um estádio) Scientology desenvolveu então um sistema bastante impressionante de caminho espiritual que é também um indicador de cultura espiritual estável e promissora.

II.III. «A Ponte para a Liberdade Total» como um Centro e Base do Sistema Teológico de Scientology

Um movimento religioso, mesmo quando atinge o estádio de uma igreja organizada, nem sempre possui um sistema de doutrina amplo. A existência de um sistema de doutrina é um indicador da maturidade de um movimento religioso e, consequentemente, ele toma forma ao longo de bastante tempo. No entanto, Scientology, como já foi observado na história de movimentos religiosos, formou bastante rapidamente um credo e um sistema de treino espiritual. A razão para esta rápida realização espiritual e maturidade organizacional é o sistema detalhado, formalizado e bem-desenvolvido de níveis de transformação espiritual e identidade espiritual. Este sistema pode ser comparado remotamente com sistemas de esclarecimento espiritual e purificação que foram a preocupação central de muitas ordens que purificaram e salvaram certas igrejas tradicionais.

Os sistemas de ensino teológico podem ser subdivididos em dois tipos: catafático e apofático.

Catafático é um sistema que assume a possibilidade (ou capacidade) de exprimir a experiência religiosa mais elevada em palavras. Apofático considera que o conhecimento mais elevado e os valores mais elevados são inefáveis. Assim, o sistema catafático cria extensas descrições detalhadas de um ser divino e de uma estrutura divina do mundo visível e invisível. O sistema apofático não dá nenhuma descrição do Ser Supremo porque isso é impossível do ponto de vista deste sistema. No entanto, a teologia apofática dá um sistema de ascender ao conhecimento mais alto que é alcançado no cumprimento das instruções formais do professor.

É certo que Scientology inclui os dois tipos de sistemas teológicos, mas a teologia apofática domina. Por isso, Scientology é caracterizado não tanto pela descrição dos novos estados do «Eu» como pela descrição da estratégia para alcançar estádios mais elevados.

A Ponte para a Liberdade Total é uma metáfora para o caminho de transformação espiritual. Este caminho existe na maioria das culturas religiosas e sistemas teológicos. No entanto, são as ordens que essencialmente põem no centro do sistema teológico o caminho da purificação espiritual visto como uma sequência formal de estados de autoconsciência organizados como uma hierarquia.

Estritamente falando, este sistema hierárquico, a Ponte para a Liberdade Total, é a mensagem com que a Igreja de Scientology se dirige ao mundo e aos seus seguidores.

Dentro desta mensagem estão os temas fundamentais que formam a estrutura da Ponte. Os conceitos teológicos principais (sobre o Absoluto, estado do homem, conceito de salvação), a missão do clero e a estrutura organizacional da Igreja de Scientology seguem todos a estrutura da Ponte, que é compreendida como um caminho de transformação pessoal e compreensão pessoal do papel universal da própria pessoa.

III. A Estrutura da Mensagem Espiritual de Scientology
DESCARREGUE O LIVRO BRANCO